Pequeno Bosque

Conheça a origem do estilo Shorin-Ryu

30/10/2016 às 03h38 - Atualizado em 30/10/2016 às 03h56

Shorin-ryu é um estilo de Karate-Do que combina técnicas marciais provenientes da China com elementos advindos de estilos de luta tradicionais de Okinawa. Shorin é a pronúncia okinawana da palavra Shaolin –  monastério budista localizado na provícia chinesa de Henan –, e que significa pequeno bosque. Considerando que ryu significa estilo, a tradução para Shorin-ryu é “estilo do pequeno bosque”, uma homenagem ao monastério chinês.

As origens do estilo

No século XV, os três reinos de Okinawa (Hokuzan, Chuzan e Nanzan) se tornaram um único reinado, sob a dinastia Sho. Nesse período – mais especificamente em 1477 – , o rei Sho Shin proibiu a poulação de portar armas.

Nessa época, eram praticadas em Okinawa diversas técnicas marciais, entre elas o To-te (mãos chinesas) – também denominada Okinawa-te (mãos de Okinawa) – um estilo de defesa pessoal que usava chutes e socos e que tinha suas raízes em práticas marciais chinesas, e o Ryukyu kobu-do (caminho das antigas artes marciais), a utilização de instrumentos agrícolas tradicionais das ilhas do arquipélago de Ryukyu como armas. Essas técnicas marciais foram ensinadas em segredo por muitas décadas e disseminadas por várias gerações de aprendizes.

A partir do século XVIII, diversas variantes do To-te desenvolveram-se em três localidades de Okinawa: o Naha-Te, na aldeia de Naha, o Shuri-Te, na região de Shuri e o Tomari-Te, no vilarejo de Tomari. Ou seja, As “mãos chinesas”, foram tornando-se “mãos de Okinawa” e, com o passar do tempo, foram ganhando características próprias às localidades onde eram praticadas.

Uma dessas variantes – o Shuri-Te, dará origem ao estilo Shorin.
 

fonte: http://shinshukan.com.br/shorin

Mais sobre: shorin-ryu